Diferença entre Aplicativos Nativos, Híbridos e Mobile Web Apps

Resumo: Aplicativos Nativos e Híbridos são instalados através de uma loja, já Web Apps são uma página web otimizada para mobile que parecem um aplicativo. Híbridos e Web Apps usam páginas HTML, mas híbridos usam navegadores incorporados para isso.

Aplicativos Nativos

Lojas mais populares da atualidade onde baixam-se aplicativos para tablets e smartphones.

Lojas mais populares da atualidade onde baixam-se aplicativos para tablets e smartphones.

Os aplicativos nativos residem no dispositivo smartphone/tablet e podem ser acessados através de ícones na tela principal. Eles são instalados através de um aplicativo de loja (como Google Play do Android e App Store da Apple). Sendo desenvolvidos especificamente para tal plataforma, podem aproveitar todas as funcionalidades do sistema operacional do dispositivo, como: câmera, GPS, acelerômetro, bússola, lista de contatos etc. Também é possível aproveitar uso de gestos, sistemas de notificação nativos do sistema operacional e funcionar sem conexão com a internet caso o conteúdo esteja embarcado.

Mobile Web Apps

Web apps não são aplicativos rais. Na realidade são sites que, de diversas formas, parecem com um aplicativo nativo. Eles são executados através de um navegador e tipicamente escritos em HTML5. Os usuários o acessam inicialmente como fariam com um site: eles acessam determinada URL e tem a opção de “instala-lo” na tela principal do seu dispositivo criando um atalho para aquela página.

São acessíveis funcionalidades semelhantes a um aplicativo nativo, como:

  • esconder botões do navegador
  • gestos de navegação
  • com o cache do navegador, visualiza-lo offline
  • usar GPS
  • link para ligação direta

Recursos ainda inacessíveis através de um navegador (web app):

  • uso de notificações do sistema operacional
  • execução em segundo plano
  • informações do acelerômetro (além de detectar orientação vertical ou horizontal)
  • gestos complexos.
adicionando página web à tela inicial do Android.

adicionando página web à tela inicial do Android.

Adicionar uma página à tela inicial permite inclusive personalizar o ícone

Adicionar uma página à tela inicial permite inclusive personalizar o ícone no iOS

Aplicativos Híbridos

Os aplicativos híbridos são parcialmente nativos e parcialmente web apps. Como os nativos, eles devem ser baixados através de um aplicativo de loja (como Google Play do Android e App Store da Apple), ficam armazenados na tela principal do dispositivo e podem aproveitar todas as funcionalidades do dispositivo (câmera, GPS, acelerômetro, gestos etc). Como web apps, eles podem ser baseados em HTML5 e exibidos através de um navegador embutido no aplicativo, tendo parte ou conteúdo total carregado da web.

Os aplicativos híbridos são populares porque permite desenvolvimento multiplataforma, utilizando o mesmo HTML para diferentes sistemas operacionais – como através de ferramentas como CordovaPhoneGap e Sencha Touch permitem, inclusive compilando para o formato nativo -, reduzindo custos de produção.

 

Aplicativo Nativo, Web App, ou Híbrido: Qual escolher?

Cada um tem suas vantagens e desvantagens:

Funcionalidades do dispositivo: Embora web apps possam aproveitar várias funcionalidades, existe uma enorme gama de ferramentas específicas do dispositivo e sistema operacional disponíveis apenas para aplicativos residentes (aplicativo nativo ou híbrido).

Funcionamento offline: Um aplicativo nativo é melhor se for necessário funcionar sem internet. Cache no navegador é possível no HTML5, mas ainda é limitado comparado ao nativo.

Descoberta: Web aplicativos são mais facilmente descobertos, pois o conteúdo está simultaneamente na web. Dessa forma, quando um usuário usa um sistema de busca procurando uma informação específica, pode encontrar a resposta no web app facilmente (a maioria dos usuários preferem não ter que instalar e manter aplicativos que não usem com muita frequência).

Velocidade: Aplicativos nativos são mais rápidos por terem acesso direto ao sistema operacional e serem programados específicos na linguagem nativa do dispositivo.

Instalação: a maioria dos usuários não gosta de instalar aplicativos. Entretanto, mesmo que adicionar um uma página da web à tela de início seja mais simples, é um processo menos familiar ainda aos usuários.

Manuntenção: A manutenção de aplicativos nativos pode ser complicada não apenas para os usuários (que deverão ficar atentos às atualizações) mas principalmente para desenvolvedores, principalmente quando precisam dar suporte à diferentes plataformas: as mudanças devem ser enviadas a cada loja. Enquanto isso, web apps  e híbridos podem ser atualizados com a frequência necessário, como uma página na internet.

Independência da plataforma: Enquanto diferentes navegadores devem prestar suporte a diferentes versões do HTML5, se independência da plataforma é importante é melhor optar por aplicativos híbridos e web apps, pois pelo menos parte do código pode ser reutilizada.

Restrição de conteúdo, processo de aprovação e taxas. No momento em que é desenvolvido um aplicativo nativo ou híbrido, é necessário enviá-lo à loja que tem seus próprios termos de uso ao qual o aplicativo será submetido. Na App Store da Apple é necessário passar por teste de qualidade antes da publicação. Em contrapartida, a web é facilmente acessível para publicação.

Custo de desenvolvimento: É muito mais barato desenvolver web apps e aplicativos híbridos, pois eles requerem conhecimento em linguagens web que pode ter sido previamente obtido e ainda ser usado para diferentes plataformas. Desenvolvendo um aplicativo nativo exige conhecimentos de uma linguagem específica.

Interface do usuário: Se uma de suas prioridades for prover uma experiência consistente ao sistema operacional e aos outros aplicativos da plataforma, então dê preferência ao aplicativo nativo. Isso não significa que não seja possível realizar um bom aplicativo sendo ele web app ou aplicativo híbrido, mas o visual e experiência não será a mesmo que a que os usuários estão acostumados.

Resumidamente, cada caso pede uma solução específica. Baseado nos critérios acima cabe ao desenvolvedor avaliar qual aplicativo atende o projeto da melhor forma.

Fonte: Traduzido e adaptado do artigo Mobile: Native Apps, Web Apps, and Hybrid Apps (Nielsen Norman Group)

Pós Graduanda em MBA em Marketing e Branding e graduada em Design Gráfico, trabalhou principalmente como gerente de operações, gerente de projetos e web developer. Tem experiência no planejamento e processo de aplicativos mobile, design de interface do usuário e especializações como programadora e desenvolvedora de sites usando HTML5, CSS3, jQuery, PHP, MySQL e WordPress.